11:46, 1 fev 2021
Geral

Confiança do empresário do comércio registra leve aumento em janeiro

Notícia

Com o início de 2021, a confiança do empresário do comércio de Palmas medida pela ICEC (Índice de Confiança do Empresário do Comércio) voltou a reagir e registrou em janeiro um aumento de 1,1 pontos, o que corresponde a uma variação positiva de 0,9%. Em dezembro, após seis meses consecutivos de crescimento, a mesma pesquisa havia revelado uma variação negativa de 0,7%, ou seja, queda em seu índice geral.

No cenário nacional, diferentemente da capital do Tocantins, a ICEC caiu. O índice geral recuou 2,2% em janeiro de 2021, caindo a 105,8 pontos. Apesar de ter registrado a segunda queda mensal consecutiva, o indicador permanece no patamar de otimismo (acima de 100 pontos) pelo quarto mês consecutivo. No comparativo anual, houve variação negativa de 16,4%.

O presidente da CNC, José Roberto Tadros, chama a atenção para o fato de que janeiro é, tradicionalmente, um mês mais modesto para o consumo. “Passado o período natalino e diminuído o efeito do aumento da renda com o 13º salário, as famílias estão mais dispostas a realizar gastos nos serviços de lazer, por força das férias escolares”, afirma Tadros, ressaltando que os efeitos da pandemia também seguem afetando a confiança dos comerciantes.

Em Palmas, dentre os empresários entrevistados, 60,2% acham que as condições atuais da economia pioraram. Ao contrário deste cenário, 59,7% acham que o setor do comércio melhorou atualmente e 65,6% que suas empresas melhoraram.

Quando foram questionados sobre as expectativas para os próximos meses, a maioria dos entrevistados prevê um cenário melhor. 81,2% disseram que esperam que a economia melhore, 87,7% que o comércio melhorará e 90,6% que a sua empresa também sentirá melhora.

Os dados são animadores para o presidente do Sistema Fecomércio Tocantins, Itelvino Pisoni. “Acreditamos que esses dados demonstrem a vontade dos empresários na retomada da economia e na melhoria das condições para as empresas do comércio em geral, que tanto sofreram com essa pandemia e ainda sofrem. Esperamos profundamente que esse cenário positivo se concretize”, ressaltou.

Ainda nessa linha, 74,2% dos entrevistados acreditam que aumentarão o número de funcionários na sua empresa nos próximos meses e 59,2% farão um investimento maior em seu estabelecimento. 54,2% disseram que a situação de seu estoque está adequada.

A pesquisa é realizada mensalmente pela pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) em parceria com a Fecomércio Tocantins e está disponível na integra no site: www.fecomercioto.com.br.