17:38, 7 dez 2018
Câmara de Mulheres

Sementes Empreendedoras apresentam seus trabalhos finais

Notícia

Aconteceu hoje, 7 de dezembro, na sala de reuniões da Fecomércio, a apresentação dos trabalhos finais das estudantes que participaram do projeto Sementes Empreendedoras realizado pela Câmara de Mulheres Empreendedoras da Fecomércio (CMEG). Os projetos tinham cunho social com foco no empoderamento feminino e empreendedorismo. No total, 12 acadêmicas participaram e apresentaram seus projetos, que impactaram mais de 100 mulheres.

A acadêmica de Administração, Joelma Pereira, foi uma das sementes que participou do projeto. “Sobre o Sementes Empreendedoras, o que posso dizer é que foi uma experiência incrível, todo o conhecimento que recebi vou levar para vida, mudou meu jeito de pensar sobre muitas coisas, me fez enxergar o próximo mais ainda, me fez ver a necessidade que as pessoas têm de ser ouvidas, amadas, ajudadas. Ele foi um divisor de águas. Me sinto hoje uma mulher muito mais forte, decidida dos meus objetivos e sonhos, e acreditando que eu posso muito mais do que eu imaginava”, disse emocionada a participante do projeto “Mãos empenhadas”.

O “Mãos empenhadas” consistiu em rodas de conversas realizadas no CRAS do Aureny III e no Centro de Ensino Médio Santa Rita de Cássia onde foram discutidos temas como: empoderamento, violência contra a mulher e relacionamentos abusivos. As sementes/alunas contaram com a participação de psicólogas nessas reuniões. Além disso foram distribuídos brindes e realizadas maquiagens e serviço de manicure com intuito de fortalecer a autoestimas dessas participantes.

Além do “Mãos empenhadas” foram aprensentados também os resultados dos projetos “Fala Mulher”, “Ter Farofa” e “Mulher Re Significar”. O “Fala Mulher” será executado de acordo com o cronograma apresentado e tem como objetivo uma campanha de divulgação e informação sobre canais de combate e denúncia de violência contra mulheres. Já o “Mulher Re Significar” realizará pequenas palestras sobre diversos temas voltados ao universo feminino.

O projeto “Ter Farofa” tinha como foco ensinar e fomentar o aumento da renda familiar como forma de empoderamento das mulheres. Para isso, uma nutricionista auxiliou as sementes/alunas na produção de receitas de farofas que foram repassadas as mulheres de baixa renda. Além da receitas as mulheres receberam informações sobre preços, vendas e até mesmo a importância dessa renda para sua liberdade individual e melhoria na qualidade de vida.

Todos os projetos foram orientados por “regadoras” que são membros da CMEG. Esses projetos culminaram na finalização do projeto, que contou também com 88h de capacitações em temas como: Liderança e marketing pessoal, Educação financeira, Empreendedorismo, Direitos da mulher, Plano de negócios, entre outros. As participantes receberam certificados, um kit com livros e materiais de papelaria e as que finalizaram seus projetos ainda em 2018, troféus.